Assine

12 imagens da Livro 7 Antigamente

12 imagens da Livro 7 Antigamente

Publicado em 28/01/2021 por Revista algomais às 7:32

Nesta semana o Recife se despediu com muito pesar do livreiro Tarcísio Pereira. Em homenagem a sua contribuição à cultura, a coluna Pernambuco Antigamente  publica hoje uma série de 10 imagens da livraria que foi o principal ponto de debates e de difusão de novas publicações da capital por algumas décadas. A maioria das fotos foram lembranças publicadas por amigos e frequentadores do espaço no grupo de Facebook Amigos da Livro 7 ou de acervo pessoal.

Originada de uma pequena loja na Rua Sete de Setembro, a Livro 7 teve a sua inauguração no dia 27 de julho de 1970, segundo informações da Fundaj. Situada na vizinhança de importantes pontos culturais e universitários da cidade, como a Faculdade de Direito do Recife, o Cinema Veneza e o Teatro do Parque, a livraria se tornou um espaço muito frequentado por artistas, intelectuais e estudantes. “Em 1978, mudou-se para um grande galpão, na mesma Rua Sete de Setembro, com o objetivo de ser a maior livraria pernambucana. Com os seus cavaletes e estantes, ocupando um espaço de 1.200 m2, tornou-se, nos anos 1970 e 1980 (por cinco anos seguidos), a maior livraria do Brasil, em número de títulos (60 mil) e extensão de prateleiras, segundo o Guiness Book”, afirmou Lúcia Gaspar, em artigo da Fundação Joaquim Nabuco. A loja chegou a ser chamada pelo consagrado escritor Fernando Sabino de Maracanã do Livro.

Clique nas imagens para ampliar

Tarcísio Pereira, em 1975. (Registro de Cláudio Marinho)

.
Imagens internas da Livro 7 
(Do Blog Angústia Criadora)

.

Outras fotografias interna do acervo de livros, em outro ângulo (Página Recife Antigamente)

.

Imagem de Tarcísio na livraria (Publicada no portal Vermelho, por Urariano Mota)

.

.Bar da Livro 7, numa tarde de verão de 1973  (Foto de Daniel Santiago)

.

Marcus Accioly autografando na Livro 7, em 1980 (Diario de Pernambuco/Hemeroteca da Biblioteca Nacional)

.

Um clique de Tarcísio Pereira na Livraria, em 1996 (Diario de Pernambuco, Fernando Gusmão; Hemeroteca da Biblioteca Nacional)

.

Um dos destaques da trajetória da livraria foram os eventos e lançamentos de grandes autores. No destaque abaixo, o poeta João Cabral de Melo Neto. (Imagem de Acervo Pessoal de Tarcísio Pereira, publicada no Por Aqui)

.
O escritor Sidney Sheldon foi uma das celebridades que passou pela livraria

.

Registro do Diario de Pernambuco, na comemoração de 15 anos de atividades de Tarcício Pereira, em 3 de agosto de 1985 (Foto: Diógenes Montenegro)


Nota sobre a Livro 7 na coluna de João Alberto, em 28 de janeiro de 1983

.


.

.
*Por Rafael Dantas, jornalista e repórter da Revista Algomais. Ele assina as colunas Gente & Negócios e Pernambuco Antigamente
rafael@algomais.com
rafaeldantas.jornalista@gmail.com

.

LEIA TAMBÉM

Nos arredores da Livro 7

 

A despedida de Tarcísio Pereira

 

8 fotos de lojas do Recife Antigamente

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »