Assine

Escola Pernambucana de Circo promove formação remunerada para circenses

Escola Pernambucana de Circo promove formação remunerada para circenses

Publicado em 12/01/2022 por Revista algomais às 4:00

A Escola Pernambucana de Circo (EPC) abre inscrições para duas oficinas muito importantes na formação de artistas e técnicos circenses: NR35 – Segurança no Circo, com Diego Ferreira, e Iluminação Cênica para Circo, com Jathyles Miranda. Voltada para iniciados com, no mínimo, três anos de experiência nas artes circenses e maiores de 18 anos, a formação prevê ainda remuneração para os alunos. Serão apenas 20 vagas. Cada aluno receberá uma bolsa de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para custear as despesas durante a participação integral nas oficinas. As inscrições terão início na próxima segunda-feira, dia 10, e seguem até 16 de janeiro, exclusivamente por meio do formulário do Google disponível no link: https://forms.gle/cYtjVcUV1RdYLCgE8. O resultado será divulgado entre 21 e 24 de janeiro.

Fátima Pontes, coordenadora da EPC e produtora cultural, destaca que a realização de uma formação nesses moldes só foi possível graças à aprovação do projeto no Edital Sérgio Valença Pezão de Formação Técnica – LEI ALDIR BLANC/2021, da Secretaria de Cultura/Fundação de Cultura Cidade do Recife, uma vez que a escola, assim como tantas instituições, tem enfrentado dificuldades financeiras para manter suas atividades desde o início da pandemia. A EPC é uma organização não governamental que desenvolve, por meio da pedagogia do circo social, a inclusão de crianças, adolescentes e jovens das classes populares, por meio das artes, especificamente o Circo, fortalecendo sua identidade cultural, o vínculo social e os valores da cidadania. Atualmente atende a mais de 150 crianças, adolescentes e jovens das periferias da zona norte da cidade de Recife.

“Os profissionais das artes circenses têm poucas oportunidades de qualificação. Muita gente trabalha de forma intuitiva, por isso, é imprescindível trabalhar com a questão da segurança e da iluminação, técnica de muita importância no trabalho circense. O que eles mais querem é fazer do seu espetáculo, mesmo em pequenos circos, um grande espetáculo, tanto é que antes de começar as apresentações sempre há um show de luz. Desejamos que eles, de fato, apreendam os conhecimentos e possam desenvolvê-los na sua prática, ampliando seus conhecimentos e possibilidades de trabalho e renda. A ideia

trazer esses conhecimentos, certificando-os, o que, os colocam em situação de melhoria de vida profissional”, Fátima Pontes, coordenadora da EPC e produtora cultural.

Sobre as oficinas

NR35 – Segurança no Circo, de 7 a 11 de fevereiro, das 9h às 12h, ministrada por Diego Ferreira (SP), atualmente a maior referência no ensino da segurança no circo do Brasil, com experiência em ministrar cursos em escolas de circo, espaços de formação, circos itinerantes, companhias de circo, trupes e grupos. Um dos poucos que confere o certificado de NR35, tão importante atualmente para a atuação dos técnicos circenses (capatazes) poderem trabalhar com segurança.

Iluminação Cênica para o Circo, de 7 a 11 de março, das 18h30 às 21h30, com Jathyles Miranda (PE), iluminador cênico tarimbado, com trabalhos reconhecidos na área de shows musicais, com destaque para o Cordel do Fogo Encantado e o Palco Mangue Beat da Prefeitura do Recife, no Carnaval. Nesta oficina serão abordados conteúdos como os fundamentos básicos para luz, como cor, intensidade, ângulo, direção, qualidade etc., e noções técnicas que envolvem reconhecer equipamentos, lâmpadas e lentes, variáveis da Luz; teoria da cor; estudo perceptivo da luz; relações entre Luz, sombra e projeções na Iluminação cênica circense; objetivos do desenho e plano de iluminação.

Conteúdo

Segurança no circo – NR35: Nesta oficina com teoria e prática sobre segurança no circo, serão abordados temas como análise de riscos, boas práticas de segurança, instalação de aparelhos circenses, dentre outros. O objetivo é apresentar a realidade da segurança no circo em âmbito nacional e internacional, identificar e debater riscos inerentes às práticas circense, além de técnicas e protocolos que objetivam o aprimoramento da segurança. A meta é, também, ampliar a cultura de segurança no âmbito circense buscando fazer com que os artistas despertem para importância do tema no que concerne à manutenção e evolução do circo. Serão conferidos certificados de NR35, que atualmente é imprescindível para quem trabalha com montagem e manutenção de equipamentos aéreos circenses.

Iluminação cênica para circo: Nesta oficina serão abordados conteúdos como os fundamentos básicos para luz, como cor, intensidade, ângulo, direção, qualidade etc., e noções técnicas que envolvem reconhecer equipamentos, lâmpadas e lentes, variáveis da Luz; teoria da cor; estudo perceptivo da luz; relações entre Luz, sombra e projeções na Iluminação cênica circense; objetivos do desenho e plano de iluminação.

Serviço:

Período de inscrições para as duas oficinas: 10 a 16 de janeiro/2022 – através do preenchimento do formulário online no seguinte link: https://forms.gle/cYtjVcUV1RdYLCgE8

Período de Seleção dos participantes para as duas oficinas: 17 a 20 de janeiro/2022
– A partir das informações do formulário online

Divulgação do resultado da seleção dos participantes para as duas oficinas: Entre os dias 21 a 24 de janeiro/2022 – Através das redes sociais, site da Escola Pernambucana de Circo e imprensa.

Ambas oficinas ocorrerão na Sede da Escola Pernambucana de Circo, na Avenida José Américo de Almeida – N° 05 – Macaxeira – Recife – Pernambuco. Para mais informações, falar pelo WhatsApp: 81 – 983076693.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »