Assine

Percussionistas da Orquestra Criança Cidadã voltam aos palcos da Caixa Cultural

Percussionistas da Orquestra Criança Cidadã voltam aos palcos da Caixa Cultural

Publicado em 23/11/2021 por Revista algomais às 4:00
Apresentação acontece na próxima quarta, dia 24, às 19h30, com entrada gratuita

O Grupo de Percussão da Orquestra Criança Cidadã se apresenta em concerto no teatro da Caixa Cultural Recife amanhã, 24 de novembro, às 19h30, marcando o retorno oficial dos alunos do Núcleo do Coque aos concertos com público – após o dos Meninos do Ipojuca, no dia 26 de outubro passado.

Os jovens percussionistas foram selecionados pelo professor Enoque Souza e exibirão um repertório dividido em três partes: instrumentos de peles (como tom-tons e caixas), instrumentos de teclados (como xilofone e marimba) e percussão corporal. Também estão no programa peças com solistas e acompanhamento de teclado. O professor Enoque considera que a apresentação será marcante para todos: “Os alunos estão muito animados. Inclusive, para alguns deles é a primeira vez que vão subir ao palco para tocar para uma plateia”.

Entre algumas das obras definidas para a apresentação, estão o “Estudo”, de Camargo Guarnieri (1907-1993); “Tom-tom foolery”, de Alan Abel (1924-2018); a “Bourrée anglaise, BWV 1013”, de Johann Sebastian Bach (1695-1750); o “Concertino para xilofone”, de Toshiro Mayuzumi (1929-1997); o “Arrasta-pé”, de Osvaldo Lacerda (1927-2011); e “Get funky”, de Richard Filz (1967).

“Eu tenho alunos em três níveis: os iniciantes, os intermediários e os avançados. Então, tive que escolher algumas peças que se encaixassem dentro de cada um desses níveis. Uma outra forma de seleção foi colocar a percussão dividida, vamos dizer assim, por sessões rítmicas e por sessões melódicas. E há, ainda, uma sessão só de peças corporais, para mostrar que é possível, também, fazer música batucando no próprio corpo”, explica professor Enoque.

As expectativas estão lá em cima. “Nós passamos mais de dois anos sem fazer concerto de percussão e os meninos não veem a hora de subir ao palco para mostrar o que sabem fazer. A expectativa é muito grande e torcemos para que dê um bom público para nos prestigiar”, revela Enoque.

A apresentação é gratuita, a classificação é livre para todos os públicos e a lotação máxima do teatro (96 lugares) está liberada, de acordo com a suavização das restrições feita pelo Governo de Pernambuco, mas o uso de máscara segue obrigatório.

A Orquestra Criança Cidadã é um projeto social realizado pela Associação Beneficente Criança Cidadã, incentivado pelo Ministério do Turismo, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, e que conta com patrocínio máster da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »