Assine

Filme pré-indicado ao Oscar mostra dura realidade de idosos em asilo no Chile
Wanderley Andrade

Filme pré-indicado ao Oscar mostra dura realidade de idosos em asilo no Chile

Publicado em 15/02/2021 por Wanderley Andrade às 13:03

A sociedade costuma ser cruel com os que chegam à terceira idade. Como certa vez escrevera Rubem Alves: “Quem deixou de ter função econômica deixou de ter identidade. Vai para um lixo social chamado exclusão”. Se o indivíduo nada mais produz, perdeu o papel de peça na grande engrenagem econômica, podendo, inclusive, viver os últimos dias esquecido pela família em algum asilo. Dura realidade denunciada no filme chileno, Agente Duplo, disponível no Globoplay.

Na história, uma mulher contrata um detetive particular no intuito de descobrir se a mãe sofre maus tratos em um asilo. O detetive anuncia o trabalho em um classificado de jornal para alguém com idade entre 80 a 90 anos. O escolhido atuará como agente duplo dentro da instituição. Pode até parecer coisa de ficção, algo com cara de 007, mas não é. Ainda que Sérgio, o senhor contratado para a missão, tenha a mesma competência e carisma de um James Bond.

Sérgio encontrará no asilo pessoas marcadas pela solidão e dor do abandono. Figuras como Marta, senhora que passa o dia na portaria, na espreita por uma oportunidade para fugir. Ou como a poetisa Pepita, personagem central da cena mais triste do filme. Fatos que levarão o protagonista a questionar qual o real sentido da sua missão. A mulher que o contratou deveria, ela mesma, cuidar da mãe e encarar a própria culpa?

Agente Duplo emociona, mas também faz rir, sem deixar de provocar reflexão. A primeira sequência acompanha a seleção ao cargo de agente. Um dos requisitos é saber lidar com redes sociais, celular, câmeras disfarçadas de caneta e óculos. Em uma das cenas, Sérgio tenta fazer uma chamada através do aplicativo da câmera do celular. Engraçado, porém mostra o grau de dificuldade de parte dos idosos com a tecnologia.

Dirigido pela chilena Maite Alberdi, o longa documental, Agente Duplo, passou por grandes festivais como É tudo Verdade e Sundance. Foi também indicado ao Goya e ao Spirit Awards. Recentemente, saiu na pré-lista de indicados ao Oscar na categoria Melhor Documentário. O Chile ganha destaque outra vez na premiação, três anos depois de Uma Mulher Fantástica levar o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

 

 

 

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »