Gente & Negócios

Gente & Negócios

Rafael Dantas

Gente & Negócios: empreendimentos no exterior e premiações empresariais


Leonardo Charamba e Alex Alencar comandam restaurante brasileiro nos Estados Unidos

Dirigido desde 2013 pelo pernambucano Leonardo Charamba e pelo paraibano Alex Alencar, o Camila´s ganhou o gosto do público norte-americano.  O tradicional restaurante brasileiro nos Estados Unidos tem unidades em Miami e em Orlando.

Os sócios começaram suas histórias nos Estados Unidos, como muitos brasileiros, em busca emprego, onde começaram como ajudante de cozinha. Leonardo passou pelos postos de garçom, chefe dos garçons e de gerente no Camila’s. Em 2009, ele e Alex assumiram a gerência da unidade de Orlando do restaurante. E em 2012 o fundador decidiu vender o negócio para a dupla. Desde então, a empresa cresceu 40%. Juntas, as unidades têm capacidade de receber 800 pessoas. Nos períodos de alta, chegam a receber 4 mil pessoas por dia.

Conversamos com o pernambucano sobre a experiência empresarial no País e sobre os planos para o futuro. Confira abaixo.

Alex Alencar e Leonardo Charamba

Em Pernambuco você teve alguma experiência no segmento?
LEONARDO – Tive outras experiências no Brasil, trabalhei numa agência de viagens, numa transportadora de cargas (área comercial), trabalhei com telefonia móvel (área comercial), cheguei até ter uma franquia na área de serviço, porém nunca trabalhei no Brasil com gastronomia. Cheguei nos EUA pela primeira vez em 1997. Trabalhei por três meses numa operadora de turismo e em seguida no Camila’s Restaurant, onde comecei como garçom. No ano 2000 resolvi voltar ao Brasil, porém as coisas não foram muito bem. Montei um negócio que deu errado e acabei perdendo todo dinheiro e quebrei. Em 2003 resolvi voltar para os EUA, nessa época já estava casado e com um filho de 2 anos. Vendi o que podia vender, paguei o que devia e me sobraram US$ 300 e com esse dinheiro comecei minha vida novamente nos EUA . Fui trabalhar no Camila’s de Miami, como chefe de garçom, no ano 2004 fui transferido para o Camila’s de Orlando, onde passei por todas as posições dentro do restaurante. Em 2013 eu e Alex de Alencar, meu sócio que começou a trabalhar junto comigo no Camila’s como lavador de pratos, compramos o restaurante.

O público alvo de vocês é principalmente de brasileiros que vivem nos Estados Unidos ou de americanos interessados na cultura brasileira?
LEONARDO – Hoje nosso maior publico é o brasileiro que vem de férias. Em seguida o brasileiro que reside aqui. E recebemos muitos americanos que querem conhecer nossa culinária. Nós brasileiros não conseguimos ficar muito tempo longe do nosso “feijão com arroz”. Quando o turista brasileiro chega aqui e começa comer hambúrguer, pizza, batata frita… depois do terceiro dia o que eles mais querem é comer “feijão com arroz, bife e farofa”, é ai que entra o Camila’s para matar essa saudade devolver a alegria das férias.

Os pratos pernambucanos e nordestinos estão no cardápio? Como a gastronomia regional é recebida nos EUA?
LEONARDO – Nós trabalhamos com sistema de bufê self-service onde nosso cliente paga um valor único e pode se servir quantas vezes quiser, não utilizamos balança. Temos um bufê com 14 opções de saladas, 12 opções de pratos quentes, sopa e 5 opções de sobremesa, todos os dias mudamos as opções de saladas, pratos quentes e sopa. Por receber brasileiros de todos os lugares temos um menu bem variado que atende aos quatro cantos do Brasil, servimos alguns pratos do Nordeste como: Escondidinho de carne seca, Bobó de camarão , Dobradinha. Temos alguns pratos da culinária mineira também como: Frango com quiabo, Tutu a Mineira, temos também nossa feijoada completa que é servida todos os sábados.

Que indicadores de desempenho vocês poderiam informar para mensurarmos o sucesso do empreendimento?
LEONARDO – Quando compramos o Camila’s em 2013, eu e o Alex já tínhamos passado por todas as posições lá dentro,
então sabíamos exatamente o que tínhamos que fazer, começamos então um processo de endomarketing muito forte, onde capacitamos nosso clientes internos (colaboradores) e entendemos que quanto mais se investe em treinamentos e palestras para nossos colaboradores mais resultado positivo colheríamos e assim foi. À parte disso, fizemos um trabalho de marketing muito forte também, principalmente nas nossas redes sociais. Hoje trabalhamos com os principais influenciadores do Brasil e assim atingimos números incríveis, aumentamos nosso faturamento em 40%, atendemos 450 mil pessoas por ano, nosso perfil do Instagram é o perfil de restaurante mais seguido do mundo com mais de 1 milhão de seguidores, estamos no Hall da fama do Trip Advisor (maior site de indicações do mundo) e já estamos pelo sexto ano consecutivo recebendo o certificado de excelência deles.

Vocês tem expectativas de expansão do negócio? Pensam em alguma unidade no Brasil?
LEONARDO – Estamos num plano de expansão e no próximo ano vamos abrir nossa terceira unidade e também nossa primeira franquia, essa será em Orlando perto dos parques temáticos da Disney. Não temos ainda nenhum plano de abrir alguma unidade no Brasil.

Serviço:

Em Orlando: 5458 International Drive, Orlando, FL 32819 (407) 354-2507
Em Miami: 129 SouthEast 1st Ave. Miami, FL 33131 (305) 375-0992

 


 

VisitBritain aposta nos pernambucanos

Mesmo diante da crise a quantidade de turistas brasileiros tem crescido no Reino Unido.  Segundo Malcolm Grittiths, diretor da VisitBritain (organização oficial do governo britânico para promoção do turismo na Grã-Bretanha)  somente nos três primeiros meses do ano, aconteceram 74 mil viagens do Brasil para o país europeu, 41% a mais que no primeiro trimestre do ano passado. Entre 2016 e 2017 o crescimento de visitas foi de 31%. E Pernambuco representa 4% desse montante do envio de visitantes.

Uma das grandes ações na capital pernambucana foi o apoio à Parada Gay. O governo britânico levou às ruas o bloco “Love is Great” ao evento. O público LGBT também é alvo das campanhas do país.

Malcolm revelou,em coletiva de imprensa, diversos outros produtos que estão sendo trabalhados turisticamente pelo Reino Unido, como os bairros mais afastados de Londres; o roteiro musical, que inclui lendas da cultura pop, como The Beatles; o circuito cultural com grandes museus, incluindo o novo V&AA Museum em Dundee, na Escócia; o turismo associado ao futebol e também à cerveja artesanal, entre outros atrativos.

Para o público brasileiro, o diretor se mostrou otimista com a entrada futura da empresa aérea Norwegian no mercado nacional. A partir de 2019 ela iniciará operações para Londres.



Marcelo Ventura recebe prêmio em congresso internacional no Chile

Cofundador, presidente da Fundação Altino Ventura e diretor do Hospital de Olhos de Pernambuco (HOPE), o médico oftalmologista Marcelo Ventura recebeu o prêmio de melhor apresentação no Congresso Internacional do Hemisfério Sul, realizado pela Associação Latinoamericana de Cirurgiões de Catarata, Segmento Anterior e Refrativa, em Santiago, no Chile. O tema da apresentação foi “Amputação das alças de lente intraocular nas cirurgias de catarata pediátricas”.

María Jose Cosentino presidente da Associação Latinoamericana de Cirurgiões do Segmento Anterior premia o médico Alexandre Ventura em congresso no Chile

Marcelo Ventura é co-fundador e diretor do Hospital de Olhos de Pernambuco (Hope); fundou, em 2000, o Complexo Hospitalar Hope-Esperança. Desenvolve regularmente atividades clínicas, cirúrgicas, assim como de ensino e pesquisa e é ainda membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia desde 1980.



Compesa é eleita a melhor do Brasil no setor de Saneamento por apresentar as melhores práticas de gestão

A Compesa foi eleita pela terceira vez, a melhor empresa do setor na premiação “As Melhores da Dinheiro”, da Revista IstoÉ Dinheiro. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, recebeu o prêmio  durante a cerimônia realizada em São Paulo, em evento que homenageou as empresas com as melhores práticas de gestão no País. Na edição 2018 do prêmio, a Compesa também se posicionou como a melhor nos critérios de Governança Corporativa e Responsabilidade Social e, em segundo lugar, nos quesitos Sustentabilidade Financeira e Inovação. O reconhecimento nacional e os resultados positivos se devem, principalmente, à continuidade da filosofia de gestão adotada pela companhia em priorizar as políticas públicas de saneamento, com foco no longo prazo, voltadas para o avanço dos serviços em Pernambuco.

Roberto Tavares, da Compesa, recebe premiação

“De uma forma geral, o País ainda está se recuperando da recessão que afetou a economia. Como tivemos disciplina em cumprir nosso planejamento estratégico, temos uma carteira de investimentos para 2018 no valor de R$ 1 bilhão, um montante excepcional para aplicar em obras de saneamento, ao contrário de outras companhias. Hoje temos mais de 100 obras em andamento”, explica Roberto Tavares.

No quesito Responsabilidade Social, pela segunda vez a Compesa conquista a maior pontuação. Só no ano passado, a Compesa efetuou o plantio de 238 mil mudas florestais em diversas regiões do Estado, além de contribuir para a conscientização sobre o uso racional da água por meio de palestras e ações socioeducativas envolvendo as comunidades nas regiões mais castigadas pela seca e nas periferias dos centros urbanos. Além disso, no ano passado, 15 unidades da companhia receberam a Certificação ISO 14.001/ 2015. A Compesa foi a primeira empresa de saneamento do Brasil a receber a certificação ISO 14.001 na versão 2015, selo que atesta à organização que o seu sistema de gestão ambiental está adequado e que é eficaz.

 


 

II Seminário Portugal 360° oferece soluções de investimentos no país europeu

Gustavo Morais é diretor da Direct Portugal

Na próxima terça-feira será realizado pela Direct Portugal o II Seminário Portugal 360°, no Bugan Hotel Recife by Atlantica, em Boa Viagem. Serão apresentados diferentes modelos de negócios nas terras lusas para potenciais investidores brasileiros. De acordo com Gustavo Morais, diretor da Direct Portugal, o sucesso da primeira edição do seminário no ano passado fez com que a empresa repetisse o evento neste ano.

“De 2017 até o momento já foram gerados excelentes negócios para brasileiros em Portugal. No período, a Direct Portugal comercializou cinco lojas de supermercados, diversas unidades do hotel residence Sheraton Cascais (produto pré-lançado durante o evento) e outros negócios estão em andamento a nível de discussão de cláusulas contratuais”, revela Gustavo Morais, diretor da Direct Portugal. Ele estima que este segundo evento tem a capacidade de gerar em torno de 30 a 40 milhões de euros em negócios de pernambucanos em Portugal.

Cerca de 110 mil brasileiros moram legalmente no país europeu hoje e, apenas em 2017, em torno de 225 famílias migraram para Portugal como investidoras do mercado imobiliário.

Durante o evento acontecerá também o pré-lançamento de um hotel português de luxo. As inscrições para o evento podem ser efetuadas no site www.directportugal.vpeventos.com pelo valor de R$ 50. As vagas são limitadas.

Confira mais informações sobre o evento e uma entrevista que fizemos com Gustavo Morais no link: https://revista.algomais.com/noticias/seminario-portugal-360-acontecera-no-recife

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon