Jornalista pernambucano lança “Diário de um gordo (em dieta)”

Há quem culpe o signo, o metabolismo e até traumas do passado, mas os prazeres do paladar estão entre os mais difíceis de ignorar. E só quem sempre brigou com a balança sabe o quanto comer pode mudar o seu dia. Justamente por isso, o livro “Diário de um gordo (em dieta)”, lançado na semana passadan no Dia de São João, promete promover muita identificação e uma boa dose de risadas aos leitores.

Escrito pelo jornalista pernambucano Ed Wanderley, o título reúne 50 crônicas que retratam desde os perrengues sofridos pelo protagonista ao fazer feira de mês, de ônibus, na Avenida Norte até o seu encontro com colegas de trabalho na primeira vez em que experimenta ir a uma praia de naturismo, em Tambaba, na Paraíba. E é entre desventuras, sabores, relacionamentos íntimos com o Recife e boas doses de reflexão que a obra se comunica com qualquer público, através de doses significativas de ironia e um “mau humor” peculiar na narrativa.

VIDEO ENTREVISTA

“Em nenhum momento há uma defesa da obesidade enquanto bandeira; ela é uma doença, isso é claro. Mas há o posicionamento de encontrar alegria e aceitação da gente, achar beleza e modos de ser feliz; há condições que as pessoas repelem que não se pode mudar, o peso é possível mudar, mas o que está ali é que, não importa o seu desafio ou sua luta, que é possível buscar o resultado e lutar sem perder o senso de humor e sendo feliz enquanto se vive”, explica o escritor.

Repórter premiado com passagem pelo Sistema Jornal do Commercio e pelo Diario de Pernambuco, o jornalista, hoje residente em São Paulo, recuperou e atualizou o projeto, que já teve outras versões e também pode ser encontrado nas plataformas de podcast, para os dias atuais e finalmente o transformou em livro. O “Diário de um gordo (em dieta)” está disponível na versão e-book, no site da amazon.com.br e na versão física no site próprio do autor (linktr.ee/edwanderley).

VIDEO OS 10 MANDAMENTOS DO PALADAR

 

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon