Marina Abramović inaugura sua primeira obra aberta ao público no País, na Usina de Arte

A Usina de Arte celebra neste sábado (3) a impactante inauguração de “Generator (Gerador)” por Marina Abramović, artista de performance mundialmente reconhecida. Em um mundo saturado por conexões digitais, onde a tecnologia atua como ponte e barreira simultaneamente, a obra promete uma experiência única para o público brasileiro. Nesse espaço recém-expandido no Parque Artístico-Botânico em Água Preta, Pernambuco, Abramović propõe uma imersão em sua visão artística, utilizando um muro de 25 metros de comprimento como tela para a interação pública com cristais brasileiros, especialmente quartzos rosa de Minas Gerais. Essa instalação, inspirada na experiência da artista na Muralha da China em 1988, busca resgatar a conexão humana com a natureza, oferecendo um momento de serenidade e presença no aqui e agora.

Ao longo do muro, os 12 agrupamentos de quartzos possibilitam que visitantes de diversas alturas interajam com a obra, permitindo uma exploração única da maneira como esses materiais se entrelaçam com o corpo humano e o corpo do planeta. Marina Abramović propõe uma troca de experiências, expressando a frase significativa: “Eu lhe dou o trabalho, você me dá seu tempo”, guiando as pessoas a um encontro significativo com uma conexão mais profunda consigo mesmas e com o entorno.

Marina Abramović

“Neste momento de turbulenta história humana, vivemos uma época de guerras, violência, pobreza e aquecimento do nosso planeta. O rápido desenvolvimento técnico afastou-nos da natureza e perdemos a capacidade de usar a intuição, a telepatia e de lembrar os nossos sonhos. Perdemos nosso centro espiritual. A função do Gerador não é apenas uma escultura. Destina-se à interação pública com os cristais e a sua energia, na esperança de restaurar a nossa capacidade de nos conectarmos com a natureza através da quietude e da presença no aqui e agora”.

Instalado onde funcionou a Usina Santa Terezinha, na cidade de Água Preta, Mata Sul de Pernambuco, o projeto Usina de Arte conecta arte, cultura e meio ambiente, a partir de um museu de arte contemporânea ao ar livre, dentro de um Parque Artístico Botânico. Nele, estão instaladas mais de 40 obras e instalações de nomes como Regina Silveira, Alfredo Jaar, Geórgia Kyriakakis, Saint Clair Cemin, José Spaniol, Claudia Jaguaribe, Matheus Rocha Pitta, Juliana Notari, José Rufino, Flávio Cerqueira, Bené Fonteles, Hugo França, Paulo Bruscky, Denise Milan, Marcelo Silveira, Liliane Dardot, Marcio Almeida, Frida Baranek, Artur Lescher, Carlos Vergara, Júlio Villani, Iole de Freitas e Vanderley Lopes.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon