Assine

Suape lança projetos para celebrar a Semana do Meio Ambiente

Suape lança projetos para celebrar a Semana do Meio Ambiente

Publicado em 31/05/2021 por Revista algomais às 4:23

Do Complexo de Suape

Viveiro florestal abastecido por energia limpa, anúncio de reflorestamento de uma área degradada de 61 hectares, plantio de 1.800 mudas nos municípios de Ipojuca e do Cabo de Santo Agostinho, lançamento do selo Amigo dos Oceanos, além de palestras virtuais sobre temas diversos. É com essa extensa programação que o Complexo Industrial Portuário de Suape vai celebrar, de hoje (31) até 11 de junho, a Semana do Meio Ambiente, data comemorada em todo o mundo. Os eventos reforçam o compromisso da empresa com a sustentabilidade, que tem 59% do seu território de 13,5 mil hectares voltado para a preservação ecológica.

A abertura da programação ocorrerá na manhã de hoje (31), com a inauguração do novo sistema de energia do viveiro, viabilizado com a instalação de 22 placas fotovoltaicas no telhado do prédio onde é desenvolvido o projeto de pedagogia ambiental. A sementeira de Suape funciona numa área de 1,7 hectare, às margens da rodovia PE-60, e tem capacidade para produzir 450 mil mudas de 78 espécies da Mata Atlântica por ano, garantindo as ações de reflorestamento no território do complexo.

Já na terça-feira (1), será dada a ordem de serviço para que o Viveiro Florestal conquiste duas importantes certificações: ISO 14001 e NBR 16001 (Sustentabilidade Ambiental da Mata Nativa e Social com a Comunidade Anexa ao Viveiro). A primeira é específica aos requisitos mínimos relativos ao sistema de gestão ambiental e tem foco na redução do consumo de recursos e no ganho econômico com o uso da energia solar. Já a segunda estabelece critérios para gestão da responsabilidade social. Para isso, o espaço verde deverá implementar ações para promoção da cidadania e do desenvolvimento sustentável.

“É uma semana inteira de entregas importantes, reiterando o que está na estrutura e na missão de Suape, que é pensar crescimento econômico com responsabilidade socioambiental. São ações em diversas áreas, contemplando tudo que uma liderança nos tempos de hoje precisa aplicar, como ampliação de áreas de mata, uso de energia de fontes renováveis, medidas de proteção ao oceano, entre outras. O mais importante é que, assim como o que foi feito lá atrás, os projetos novos vão fazer diferença para o Complexo de Suape do futuro. Muito feliz que, mais uma vez, esse movimento tem a nossa digital”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio.

Nos dias 2 e 3 de junho, respectivamente, representantes de Suape participarão do plantio de mudas nativas da Mata Atlântica, doadas pela empresa às Prefeituras de Ipojuca e do Cabo de Santo Agostinho. As áreas beneficiadas foram indicadas pelas gestões municipais. Essa ação faz parte do Seminário de Arborização ocorrido nos últimos dias 26 e 27, numa parceria com a Prefeitura do Recife, e tem por objetivo o intercâmbio de conhecimentos e fortalecer a consciência ecológica de gestores públicos e da população das duas cidades. Pau-brasil, ipê roxo, algodão-da-praia, aroeira-da-praia e mutamba são algumas das espécies nativas concedidas aos dois municípios.

Na sexta-feira, na véspera do Dia Internacional do Meio Ambiente (5), a empresa portuária dará início a mais uma importante etapa do plano de reflorestamento da Zona de Preservação Ecológica de Suape (ZPEC), beneficiando uma área de 61 hectares. Nessa etapa, está previsto o plantio de 71 mil mudas. Na ocasião, será anunciada a conclusão, até o fim de junho, da restauração de outros 200 hectares da ZPEC, onde foram utilizados mais de 300 mil mudas de espécies da Mata Atlântica.

SELO AMIGO DO OCEANO

O lançamento do selo Amigo dos Oceanos, que acontecerá de forma virtual no dia 7, é um dos pontos altos da programação, que também homenageia o Dia do Oceano, na terça-feira (8). A iniciativa tem por objetivo incentivar as boas práticas ambientais por parte dos terminais arrendatários do Porto Organizado. No total, serão avaliados 22 critérios que contemplam a gestão ambiental portuária, incluindo o uso de água e energia e práticas de combate ao lixo no mar. Ao longo desse mês, os terminais serão formalmente convidados pelo diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão, a pleitear a certificação de sustentabilidade de suas operações.

“O selo digital, com validade de um ano, será concedido aos terminais comprometidos com os cuidados com o ecossistema marinho e estuarino e com a Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável, aprovada pela assembleia geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2015. É mais uma importante ação para celebrar a Semana do Meio Ambiente e reforçar nosso compromisso de equilíbrio entre o crescimento econômico e a preservação da natureza, incentivando as boas práticas ambientais também entre nossos parceiros”, pontua Roberto Gusmão.

PALESTRAS

Para os colaboradores e convidados de Suape, haverá várias palestras on-line. O primeiro encontro virtual acontecerá no dia 4, no horário da tarde, e terá como tema “10 anos do Pacto Mata Atlântica em Suape”, contando com a participação de Severino Ribeiro, coordenador técnico do Centro de Pesquisa Ambiental do Nordeste e professor da University of British Columbia , no Canadá. A segunda palestra ocorrerá no Dia dos Oceanos (8), com o tema “Cultura Oceânica e o Trabalho Portuário”, com a professora Mônica Ferreira da Costa, doutora em ciência ambiental pela University of East Anglia Norwic, no Reino Unido.

No dia 10, o professor e pesquisador da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Fábio Hazin apresentará aos colaboradores o projeto Megamar. “Essa iniciativa é uma parceria com o Porto de Suape e contempla, entre outras atividades, educação ambiental e pesquisas sobre a megafauna marinha”, destaca o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade da empresa, Carlos Cavalcanti. Ele acrescenta que os estudos terão duração de dois anos. A Semana do Meio Ambiente será encerrada no dia 11, com a assinatura de um protocolo de intenção do Programa Suape Sustentável entre a UFRPE e a estatal portuária.

Para continuar lendo:
Tenha acesso a 5 textos
gratuitos todo mês
Cadastre-se gratuitamente »
Aproveite todo conteúdo da Revista Algomais sem limites
Assine »