Projeto Viva a Guararapes leva 10 mil pessoas ao Centro do Recife

(Da Prefeitura do Recife. Foto: Marcos Pastich/Prefeitura do Recife)

Um novo atrativo para reconectar as pessoas ao centro do Recife com programação variada, buscando redescobrir as belezas do centro. Esse foi o “Viva a Guararapes”, projeto da Prefeitura do Recife, que garantiu alegria e diversão para cerca de 10 mil pessoas que passaram ao longo do evento. A ação aconteceu neste domingo (10), das 9h às 17h30, na Avenida Guararapes, ativando uma série de atrativos culturais, esportivos, gastronômicos, pet, de lazer, feiras literárias e geek e de outros gêneros. O prefeito do Recife, João Campos, e secretariado visitaram a atração que contou com dez polos temáticos oferecendo uma vasta programação totalmente gratuita e ao ar livre à população. O projeto vai às ruas com a premissa de induzir a vida no centro, um estímulo para que as pessoas possam viver e conviver nessa região privilegiada e rica em histórias.

“A gente está aqui na Avenida Guararapes, no Viva a Guararapes. Essa é uma grande ativação que a Prefeitura está fazendo com diversos polos: lazer, infantil, patins, esportes, aulas de circo, polo geek e de cultura. Com uma gama muito grande de serviços, para ver o recifense podendo viver o centro, podendo se reconectar com o centro da cidade, não apenas com o bairro do Recife, mas também com os bairros de São José e Santo Antônio. Todos os meses nós vamos fazer um Viva a Guararapes para garantir a conexão das pessoas com o Recife”, declarou o prefeito João Campos.

“Num momento tão desafiador, depois de uma pandemia tão cruel, a gente poder ver em um domingo como esse, com as crianças sorrindo e as pessoas idosas se divertindo, todo recifense podendo viver a cidade, isso não tem preço”, acrescentou o gestor.

Com a proposta de ocorrer uma vez por mês, a partir de abril, o “Viva a Guararapes” é uma realização da Secretaria de Turismo e Lazer do Recife em parceria com o Programa Recentro. “Um evento desse tipo é muito importante para fazer com que as pessoas redescubram nosso centro histórico, para que voltem a frequentar um dos cartões postais da cidade, uma via estratégica do centro, que é a Avenida Guararapes. Aqui são dez polos de animação, com diversas atividades para todos os gostos e todas as idades. Esse é o ponta pé inicial para retomada, para revitalização do nosso centro histórico e fazer que o centro se torne um espaço vivo, um espaço plural, inclusivo, acessível e com bastante segurança”, detalhou a chefe do Gabinete do Centro do Recife, Ana Paula Vilaça.

O projeto “Viva a Guararapes” reuniu polos temáticos com programações próprias que vão desde o Polo Esportivo, Polo Infantil, Polo Pet, Polo Social. Passando pelo Polo Exposições, Polo Geek e Literário, Polo Cultural, Polo Gastronômico, Polo Economia Criativa e Polo Circense. No evento, a população também dispôs de acesso à Ciclofaixa de Turismo e Lazer, ao evento cultural no Espaço Criadouro; além de ações em alusão ao Dia Mundial da Saúde com vacinação contra covid-19 sem necessidade de agendamento; além de espaço para agendamento de castração dos animais de estimação.

Para proporcionar uma experiência diferente à família, a bióloga Luciene Andrade, levou a filha Inês para vivenciar o centro do Recife. “A gente costuma ir para a Zona Sul da cidade. Só que hoje viemos conhecer a proposta e estou vendo que está super tranquilo. Inés está se divertindo, a gente está bem confortável. É bom para sair um pouco da onde a gente vive, para ela conhecer outras atividades”, contou. Jogando futebol com o filho Fernando, 8 anos, o motorista de aplicativo, Marlos Coelho, 53 anos, encontrou na proposta do Viva a Guararapes uma maneira de entreter o filho e interagir mais com ele. “Estou achando muito bom. É a primeira vez que vejo isso na cidade, pegar um espaço desse e transformar para as crianças. Com certeza estarei nos próximos. E hoje, pretendo ficar até o final”, contou.

Com uma vasta programação ao ar livre, as pessoas puderam caminhar pela área, pedalar, usufruir das atrações dos polos e conhecer e descobrir esse pedaço do Recife tão rico em história, arquitetura e cultura. “É muito importante a gente ter opções de lazer para a população num domingo, um dia muito especial em família. Aqui a gente está tendo atrações para idosos, para crianças, para pets. Aqui promovemos tanto a questão da gente ocupar o centro com atividades de lazer, como melhorar o relacionamento das pessoas com a cidade. As pessoas aproveitando a cidade, vivendo a cidade e Recife sendo uma cidade realmente das pessoas”, afirmou a secretária de Turismo e Lazer do Recife, Cacau de Paula.

No Polo Economia Criativa, com a oportunidade de expor o material e a marca no Viva a Guararapes, a empreendedora Karla Anchieta comemorou a chance de reavivar os negócios após o cenário mais crítico da pandemia. “Estou adorando aqui. Tem bastante gente e está tendo movimento. Eu já vendi muito e por isso, só tenho a agradecer. O evento é maravilhoso. Essa é uma oportunidade de divulgar a minha marca, de vender e captar novos clientes. A gente estava parado e agora vamos nos movimentar. Eventos como esse precisam acontecer mais”, contou. Com o mesmo desejo que o evento aconteça mais vezes, a estudante de arquitetura Jéssica Pacheco, 31 anos, pessoa com deficiência popularmente conhecida como ossos de vidro, encontrou no local acessibilidade e alegria. “Descobri sem querer que estava tendo esse evento aqui. Estou achando interessante, o pessoal está divertido, animado. A feirinha aqui também tem coisas legais”, contou.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon