Seminário de Oportunidades de Negócios com África tem primeira edição no Recife – Revista Algomais – a revista de Pernambuco

Seminário de Oportunidades de Negócios com África tem primeira edição no Recife

O Instituto Internacional FEAFRO e a Câmara do Comércio Brasil África – Ecowas vão trazer para o Recife a primeira edição do Seminário de Oportunidades de Negócios com África, que acontecerá entre os dias 9 e 11 de maio, no Beach Class Convention by Hôm, em Boa Viagem.

Com um trabalho consolidado no fomento a negócios entre empresas brasileiras e os países africanos, o Instituto FEAFRO conta com um know-how de 17 anos de trabalho, incluindo as quatro edições da Feafro international Business Fair, em São Paulo – que juntas movimentaram USD 7,5 bilhões. “A pandemia da Covid-19 nos fez buscar novas estratégias para realização de negócios com a África e por isso criamos o Seminário para oportunizar para os vários níveis de empreendedorismo a possibilidade de alçar novas perspectivas de negócios e de crescimento“, afirma o vice-presidente da Comunidade Econômica dos Estados da África Ocidental – Ecowas, Rodrigo Braga.

Para o Seminário que acontece em maio em Pernambuco, o Instituto FEAFRO está envolvendo agentes e instituições de desenvolvimento econômico, empresarial, social, cultural e comercial importantes para o plano estratégico das corporações que buscam a África para expansão dos seus negócios e/ou colocação de seus produtos. O evento foi pensado para as empresas que tenham interesse em aumentar suas exportações ou iniciar seu processo de exportações.

Segundo a presidente do Instituto Internacional FEAFRO, Silvana Saraiva, o mundo redescobriu a África, porém a África ainda é desconhecida na sua atualidade. “O continente africano cresceu uma média conjunta de 5,1% desde 2015, e a transformação é visível ao chegar as capitais Luanda, em Angola; Abuja e Lagos, na Nigéria, e Abidjan, na Costa do Marfim. Atualmente, 75% da economia africana ainda é proveniente da produção mineral (petróleo, diamantes, etc), mas este índice de crescimento se transforma. A cada ano, os países e também as direções dos seus interesses evoluem à medida que vão vencendo as etapas rumo ao desenvolvimento. No seminário, queremos apresentar às empresas brasileira as possibilidades de negócios com esta África atual”.

A África ainda importa 92% das necessidades de consumo, o que significa em média USD 50 bilhões/ano, e o seminário será uma excelente oportunidade e estratégia para conhecer os países com as suas diferentes culturas e demandas de importação e exportação de forma estruturada e com todo apoio para a concretização do negócio.

O evento contará com três momentos distintos: Rodadas de negócios exclusivas para empresas parceiras do evento, Seminário com apresentações de empresários brasileiros com vasta expertise em negócios com a África e importantes players africanos e ainda um coquetel de lançamento da 5ª edição da FEAFRO, que vai acontecer em setembro de 2023, em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos.

Rodadas de Negócios

Para as rodadas de negócios entre Brasil e África, serão montadas quatro salas de negociações, que vão operar simultaneamente, embasadas no matchmaking organizado pela organização do evento para oferecer as melhores oportunidades de negócios entre Buyers & Supliers.

As rodadas terão a participação de investidores de diversas partes do mundo (Angola, Benin, Congo, Espanha, Inglaterra, Gana, Nigéria e Togo entre outros). O foco principal são investimentos em tecnologia brasileira para desenvolvimento dos países africanos em diversos setores, a exemplo da agricultura, infraestrutura, serviços, turismo, indústrias, telecomunicações e outras demandas.

Compradores de diversos países participam com interesse especial em produtos e serviços brasileiros de qualidade e com preço competitivo nas áreas de infraestrutura, bancos, investimentos e serviços internacionais, turismo e serviços, economia criativa (têxteis), energia, energias renováveis e biomassa, tecnologias e telecomunicações e produtos agrícolas.

Empresas brasileiras estão apoiando a iniciativa apostando na geração de negócios e na capilaridade que o evento pode oferecer no curto, médio e Longo Prazo. “Estamos felizes por participar do Seminário com grande possibilidade de fechar vários negócios com a África. Traremos fornecedores, de várias regiões do Brasil, que terão a oportunidade de conhecer compradores africanos e de intensificar a negociação de produtos como soja, milho, açúcar, carne bovina, carne suína, ovinos, caprinos e frutas de A a Z certificadas e qualificadas para o mercado internacional, graças à nossa parceria com a Abrasfrutas, por intermédio do seu presidente Guilherme Coelho. A Feafro, sem dúvida, vai proporcionar boas relações comerciais para as nossas empresas parceiras, tornando-as mais competitivas e abrindo novos mercados, oferecendo uma experiência imperdível”, destacou Rafael Martins, sócio-diretor da R2MD Consultoria Empresarial.

Seminário

Importantes personalidades em negócios África/Brasil, provenientes do Brasil e de outros países, apresentarão temas sobre o Continente Africano, que terá 1,5 bilhão de consumidores nos próximos anos. Os speakers vão trabalhar o interesse do Brasil pela África e também da África pelo Brasil. “Quero sensibilizar a a comunidade brasileira para os tecidos indígenas africanos de Adire e Aso Oke, com o objetivo de promoção de exportação, empoderamento da juventude e criação de riqueza. Quero também estabelecer contatos para negócios do Brasil para o continente africano através da “África Fashion Week” da Inglaterra e da Nigéria, e também através da Adire Oodua Textile Hub em Ile Ife, Sudoeste da Nigéria, pela princesa Ronke Ademiluyi, CEO da troika e sob a presidência de Sua Majestade Imperial, Oba Adeyeye Enitan Babatunde Ogunwusi , Ojaja11, Oni Of Ile Ife”, declara Omooba Adekunle Adeyemo, gerente geral da Adire Oodua Textile Hub e CFO da África Fashion Seek.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon