Sustentabilidade do setor de saúde no centro do debate do Congresso Fenaess

A sustentabilidade econômica do setor da saúde é o grande mote para os debates do 10º Congresso Fenaess, que começa hoje (24) no Hotel Marante, em Boa Viagem. Organizado pela Federação Nacional dos Estabelecimentos e Serviços de Saúde (Fenaess) em colaboração com o Sindicato dos Hospitais Particulares de Pernambuco (Sindhospe), o evento aborda temas como a implementação da Lei do Piso de Enfermagem, as implicações da reforma tributária, a saúde financeira dos hospitais e a adaptação à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

PONTOS CRÍTICOS DO SETOR

A temática da edição deste ano do evento médico é “Saúde brasileira: entre a realidade e a sobrevivência”. Um dos desafios discutidos é o impacto do pagamento do piso de enfermagem nos hospitais particulares, podendo acarretar um aumento de mais de até R$ 5,3 bilhões por ano. Em coletiva, o presidente da Fenaess, Breno Monteiro, apresentou uma série de ações que a federação tem tomado para rediscutir a legislação. O executivo alertou para a insustentabilidade nas despesas hospitalares de uma serie de outros temas que estão em tramitação no Congresso Nacional, como a Reforma Tributária e mesmo a revisão da Reforma Trabalhista.

DEBATE AMPLO

Além da discussão sobre os impactos da Reforma Tributária e da Reforma Trabalhista no setor, o encontro contará com uma seleção de palestrantes de todo o País e de diversos setores, como o presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Paulo Rebello; o superintendente executivo da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), Marcos Paulo Novais; a conselheira diretora da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), Nairane Rabelo; e médico e deputado federal Pedro Westphalen (PP/RS), presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Serviços de Saúde.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon