Viva a Guararapes leva cultura, esportes, lazer e cidadania ao Centro do Recife

Iniciativa da Prefeitura do Recife reuniu famílias inteiras neste domingo (22) com programação é gratuita e o acesso aos brinquedos do parque de diversões montado especialmente para evento é livre

(Da Prefeitura do Recife / Foto: Vanessa Alcântara / PCR)

O espírito infantil que habita os recifenses aflorou durante a segunda edição do Viva a Guararapes, evento que visa promover o lazer aliada à redescoberta da experiência de vivenciar o centro da cidade, e que ocorreu neste domingo (22). Sob o tema “parque de diversões”, o Viva a Guararapes levou muita alegria a crianças e adultos de todas as idades, quando esta importante artéria da cidade se tornou epicentro da cultura, do bem estar e da diversão entre 9h e 17h. Na data especial, a garotada conheceu os brinquedos tradicionais de festas e quermesses e os adultos puderam recordar as experiências vividas por eles durante a infância. O prefeito João Campos aproveitou o domingo para circular pelos espaços do Viva.

Nesta segunda edição, mais uma vez a Avenida Guararapes foi ativada com uma série de atrativos culturais, esportivos, gastronômicos, pet, de lazer, feiras literárias e geek e de outros gêneros. Ao longo de cerca de 200 metros de extensão foram dispostos 12 polos temáticos oferecendo uma vasta programação totalmente gratuita e ao ar livre à população. A iniciativa da Prefeitura do Recife  foi criada para que a população ocupe os espaços da cidade, possa vivenciar e conviver no centro,  admirar as paisagens, monumentos e a arquitetura das edificações da área.

“Todo mês a gente está promovendo o Viva Guararapes para poder ativar a nossa cidade. A ideia é chamar as pessoas para curtir o Recife, para curtir o nosso centro, com atividades de lazer, esportes, cultura e cidadania. O tema de hoje foi parque de diversões e por isso disponibilizamos uma série de brinquedos para as crianças e os adultos também. Tudo de maneira gratuita, para a gente mostrar a todo mundo aquilo que o recifense já sabe, que a nossa cidade é a mais bonita e mais arretada em linha reta. Vamos viver o Recife e vamos viver a Guararapes”, comemorou o prefeito João Campos.

No total, mais de 100 atrações, produtos e serviços estiveram disponíveis para quem foi curtir o domingo no Viva a Guararapes, que teve atrações para todos os públicos. De contação de histórias a teatro de bonecos, de aulões de zumba a partidas de basquete, de oficinas de turbante a produção de mudas fitoterápicas, passeando por feirinhas de vinil e sebo, shows diversos, espetáculos circenses, estandes de gastronomia e cervejas especiais, o programa foi a melhor pedida para aproveitar com família ou amigos. “Queremos que os recifenses redescubram o prazer de frequentar o centro da cidade e tragam as novas gerações, os filhos, os netos para conhecer os monumentos, as praças, os edifícios históricos e as paisagens”, disse a chefe de Gabinete do Centro do Recife, Ana Paula Vilaça.

O evento também movimenta a economia, com a contratação de atrações,  participação de empreendedores e geração de emprego para trabalhadores. Gleicy de Paula da Silva, 19 anos, atua numa empresa de eventos há três anos e no Viva Guararapes trabalhou produzindo e distribuindo algodão doce e pipocas. “Trouxe estoque para servir mil saquinhos de pipoca e algodão doce. Esse evento é uma oportunidade incrível de trabalho. O Viva Guararapes é um evento de grande porte, bom para os empreendedores e para a população”, comemora a jovem. Já a jovem  dona de casa Ana Paula, moradora de Brasília Teimosa, chegou na Avenida Guararapes de bike, com a filha de sete anos, e disse que sempre participa dos eventos promovidos pela Prefeitura do Recife, como o Recife antigo de Coração. Ela elogiou o local e a infraestrutura montada pelo Viva Guararapes. “Aqui ficou melhor. É mais amplo”, afirmou enquanto estava na fila de um dos brinquedos. “Participei do evento mês passado e gostei tanto que vim novamente”, acrescentou.

Em paralelo ao evento e atrações da programação que acontecem nos polos, a população pôde contar com  atividades como a Ciclofaixa de Turismo e Lazer – que, neste dia, teve percurso alterado para a Rua Nova e trecho da Avenida Dantas Barreto. Os agentes da Autarquia de Trânsito e Transporte do Recife (CTTU) fecharam a Avenida Guararapes para o tráfego de ônibus e táxis desde às 18h de sábado (21), quando começou a instalação da infraestrutura do evento. No domingo(22), a Avenida Guararapes ficou aberta exclusivamente para circulação das famílias e participantes do evento, quando as pessoas puderam aproveitar da vasta programação ao ar livre, podendo caminhar pela área, pedalar, usufruir das atrações dos polos e aproveitar  para conhecer as belezas e locais pitorescos do Recife.

Assim como na primeira edição, foram oferecidas opções para estacionamentos gratuitos de veículos em endereços vizinhos à Avenida Guararapes, como as ruas do Sol, Cleto Campelo, do Imperador, Ulhôa Sintra, Ubaldo Gomes de Matos, da Palma e Avenida Dantas Barretos, além do terreno do  prédio-sede da Prefeitura, que teve serviço de traslado gratuito de ida e volta de van gratuito para  a Avenida Guararapes. Para quem quis relembrar um gosto de nostalgia e diversão pôde fazer o percurso de Maria Fumaça, que partiu da Avenida Marquês de Olinda (Bairro do Recife), com o mesmo destino. Neste caso, o tíquete custou R$ 10,00. Durante toda a programação, a segurança no local foi reforçada com as presenças de agentes da Guarda Municipal Civil do Recife (GMCR) e da Polícia Militar.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon